29/06/2015

Mãe o que é que se passa?

E quando este blogue se transformar num livro de leitura meramente familiar, vocês vão olhar para as datas e vão perceber que deixei de escrever assiduamente neste nosso blogue há algumas semanas.  

Se me perguntarem porquê responderei que por muito que tente, que por muito que queira não consigo chegar a todo o lado.

Eu que sempre me achei a pessoa mais organizada do mundo, vi-me sem braços a medir e a gritar por tempo, o tempo que me é sempre insuficiente quando tudo o que quero fazer não cabe dentro dele, a desordenada correria do dia a dia, os compromissos sempre inadiáveis… desgastada, fiquei sem discernimento para o que é ou não prioritário.

Bem sei que por vezes temos que deixar sonhos para trás em prol de um imprevisto que se torna prioridade, e que isso nos traz frustração e exige de nós um esforço extra, mas prefiro permanecer confiante acreditando que novas situações vão surgir trazendo com elas outras oportunidades.

Que a vida vos ensine, que temos que nos aprender a moldar quando a vida assim o exige. A vida… este processo de mudança constante!

Acreditem sempre que novas prioridades são também novos desafios, novas motivações, mas o mais importante de tudo é não esquecer que a maior das prioridades é a vida, a vida e a urgência que temos de a viver.

Mas não basta simplesmente respirar e sobreviver, é preciso parar, suspirar e viver a vida com intensidade, como personagem activa e insubstituível desta nossa história e não como meros figurantes.

Passa-se que tinha muitas saudades de vos escrever e que não quero deixar de o fazer. Será uma prioridade.

Com amor 
Mãe

♡♡♡♡

Sem comentários:

Publicar um comentário