23/06/2016

o melhor do meu dia #4

E cada vez que recebo emails com este teor acredito ainda mais que partilhar a gravidez de baby V. não foi, é, será, apenas útil para mim.

Partilho estes emails porque em cada um deles há uma partilha inevitável, porque cada mulher vive a sua gravidez de forma própria, porque cada mulher vive os seus medos e receios também eles próprios, na realidade podem ser diferentes mas também semelhantes e podem ser por vezes uma ajuda/solução a quem se pensa tal como a S., diferente, quando na verdade somos todas iguais embora com contornos ligeiramente diferentes. 

Olá, o meu nome é S. e sou uma futura Mãe de Primeira viagem..
Sempre fui uma pessoa muito ativa, fisioterapeuta e amante incondicional de desporto!
Após muiiitos anos de amor, decidimos aumentar a Família... se eu sabia o que significava, o que podia ou não acontecer..  não, de todo.. seguimos o coração, e à primeira, lá estava o nosso bebé! Se estava preparada.. acho que não! Mas como estar?
Tive alterações hormonais, julgo eu, que me levaram a crises de ansiedade e insónias. Como sou pessoa de pedir ajuda, fui a uma psicóloga que me ajudou a sair da crise. :) que alivio senti..
Tudo rolava, até às 20 semanas, quando fui atirada para a cama, com risco de aborto prematuro...
Cá vim.. tenho uma Família do caraças, e à minha Mãe nunca conseguirei agradecer tudo o que tem feito.. A minha outra metade, também à sua maneira, tem me ajudado..faz tudoo em casa! Só não é de muitos afetos, e ñ consegue entender estas minhas ansiedades e angústias... e como uma pessoa fica sensível e carente nestas alturas...
Portanto, fui me aguentando até agora, com quase 30 semanas...
E aqui surge a minha admiração por si... como aguentou???
Será que eu serei diferente por me estar a ir abaixo? Serão normais todas estas minhas dúvidas? Será que afinal não fui feita para ser Mãe?
Será mesmo verdade que quando os vemos tudo vale a pena? Eu que nunca acreditei em amor à primeira vista!
Desculpe este meu desabafo, mas só quem passa por elas é que percebe... qualquer palavra sua, me irá  ajudar a suportar melhor...
Como muito carinho, admiração e respeito.
S.

Querida S., espero sinceramente que as minhas palavras a tenham ajudado a suportar melhor esta fase que está quase quase a acabar. 

❤️❤️❤️❤️

Sem comentários:

Publicar um comentário