11/09/2017

Os olhos da Madalena...

ontem de manhã decidiram olhar-me de outra forma.

Talvez com mais atenção.

Eu deitada no sofá ela debruçada sobre mim:

"Mãe estás aqui um bocadinho velhinha." - dizia enquanto apontava acabando por tocar delicadamente com aqueles dedos pequeninos por debaixo dos meus olhos.

Anui, soltando apenas um "Hum" e acho que revirei os olhos.

Continuou…

Mãe quando eras pequenina caias muito? 

Questionava-me ainda com voz serena e sensível, como que soubesse que talvez as suas palavras me pudessem magoar, ao mesmo tempo que continuava a tocar-me delicadamente com os dedos pequeninos, e apontava-me cada mancha que a maternidade marcou na minha cara e não as quedas da infância, enquanto repetia "aqui, aqui, aqui, aqui..."

Afinal de contas os 40 anos já estiveram bem mais longe, e confesso que os 37 anos trouxeram com eles algumas marcas físicas que não existiam nos 36. 

Ainda assim expliquei que não estou velhinha e que são rugas de expressão emoção por sorrir muito mais desde que os tenho na minha vida. 

Sorriu também, ficou convencida.

Depois, deu-me um abraço e disse que eu era bonita.

Mas não...

Disse que ia tirar estas fotografias que era para eu ver bem.




♥️♥️♥️♥️

Sem comentários:

Publicar um comentário