25/06/2014

Maternidade a quanto "obrigas" :-)


Primo M. aos 9 anos decide desenvolver o seu próprio negócio e explorar toda a família, incluído a Baby M.

Uma pulseira em cada pulso e Baby M. aos 19 meses, pirosa e vaidosa que só ela dá de caras com o mundo dos acessórios e fica fascinada. 

Desde então não há quem lhe tire as pulseiras, toma banho e dorme com elas. 

Todos os dias exibe orgulhosa as suas pulseiras, mas cada uma que rebenta é um desgosto para Baby M. 

Não há santo dia que nesta casa não seja por si pronunciada a palavra "nheia" vulgo pulseira. 

Primo M. de férias a sul não está cá para repor as pulseiras rebentadas e para apaziguar o desgosto da Baby M. que já não sai de casa sem as suas "nheias".

Urge resolver a situação e após alguns vídeos no Youtube heis que entro no mundo do elástico:  


Baby M. feliz = Mãe Feliz :-) 

Aceitam-se encomendas :-) :-) :-) 





Sem comentários:

Publicar um comentário