30/06/2014

O meu maior medo

é perder um dos meus filhos.

Este é o meu maior medo e o de qualquer mulher que seja mãe.

Perder um filho é contra natura, não está na ordem natural das coisas.

Um filho que perde os pais fica órfão, os pais que perdem um filho o que é que ficam? Não há sequer nome ou adjectivo que qualifique tal estado.

Bem sei que todos os dias existem mães e pais que perdem os seus filhos, mas esta mãe entra todos os dias em minha casa sem pedir Licença e inevitavelmente por trás desta tragédia associo um nome, um rosto, uma pessoa, uma vida exposta.

Nao imagino sequer o que é sentir tal perda, mas sendo um filho um amor maior esta deverá sem duvida ser a maior dor de uma vida.

Ontem fui a correr beijar e abraçar os meus filhos de forma longa e demorada, tentei aninha-los aos dois no meu pequeno colo e faltou-me o ar só de pensar que poderia ficar sem um dos dois. 

Como mãe, tentei que a primeira palavra que a M. dissesse fosse Mãe, nunca mais ouvir alguem chamar-me dessa forma? Que terror! Que medo! 

Nao há palavras suficientes para dizer a uma mãe que perdeu um filho, quando nasce um filho passamos a viver em função dele, sem um filho não se vive sobrevive-se. 

Sem comentários:

Publicar um comentário