26/07/2014

Avós






Há dias e dias, hoje é dia daqueles que nos marcam a Vida, que nos marcam a personalidade, que nos ensinam, que nos mimam como ninguém, que nos transmitem valores e ensinamentos, que são um bocadinho responsáveis por aquilo que somos, por aquilo que nos tornamos. 

À medida que fui crescendo fui dando cada vez mais valor aos meus avós, um amor que foi crescendo à medida que eu ia crescendo, um amor que ainda cresce a cada dia, um sentimento de protecção que agora a mim me compete, o jogo dos papéis trocados. 

Tive a sorte de ter um avó materno exímio em cultivar laços afectivos, foi ele o primeiro desgosto da minha vida quando partiu. 

Tenho a sorte de ter uma avó materna que me põe à frente dos filhos, que gosta de mim incondicionalmente e que exibe agora orgulhosa o papel de bisavó. 

Dei a oportunidade aos meus pais de serem também avós, observo-os agora, também eles orgulhosos, dedicados e apaixonados pelos frutos do seu fruto.

São tantas e boas as lembranças que guardo dos meus avós, não preciso de um dia especifico para os lembrar. 

♡♡♡♡



Sem comentários:

Publicar um comentário