03/12/2014

6ª feira passada...

...sai mais cedo do trabalho, ainda era de dia, a primeira coisa em que pensei? Não, não foi no black friday, foi, vou busca-los à escola mais cedo, ainda sobre a luz do dia, coisa rara.

Toquei à campainha e quando se abre a porta da rua já oiço da porta da escola: é minha Mamã!

Impossível não reconhecer aquela voz pequenina, quando chego à porta da sala lá estava ela, a primeira da fila de vários meninos e todos à espera do mesmo, que fosse a sua Mamã ou o seu Papá. 

Correu para o meu colo e gritou orgulhosa em alto e bom som e sem parar: é minha Mamã! é minha Mamã!...

Voltei para casa feliz por conseguir aproveitar mais uns minutos daquele dia com eles mas angustiada e pensativa: é se não fosse a Mamã dela? Simplesmente não era e voltava feliz e contente à sua vida, certo?

Às vezes ainda me lembro quando era a última a sair da escola, não gostava, ficava triste, às vezes chorava.

Esta é uma das minhas lutas diárias, tentar que eles não sejam os últimos a sair da escola, tentar que esse não seja um motivo que os deixe triste, que os faça chorar...

Sem comentários:

Publicar um comentário