20/02/2015

Bexsero – Sim ou Não?

Este não é um assunto actual, mas na nossa casa ainda era e era uma questão que me andava a atormentar.

Na consulta de rotina dos 6 meses de Baby V. perguntei ao pediatra a opinião dele quanto à administração desta vacina, respondeu-me que deveria esperar, a vacina é nova, ainda não se conheciam os efeitos da mesma pelo que deveria esperar para se saber mais sobre a mesma, fui para casa descansada, além de confiar em pleno no pediatra deles também eu acho que não sendo necessário não vale a pena estar a submete-los a mais bicharocos e possíveis efeitos secundários, e desliguei do assunto. 

Entretanto várias amigas começaram a perguntar-me se eu lhes tinha dado a vacina, e quando respondia que não ouvia do outro lado, NÃO DESTE?

Passado uns dias já era eu que estava a começar a perguntar a algumas pessoas se tinham dado ou não esta vacina aos seus filhos, uma amiga foi peremptória na sua resposta: Claro que dei, a partir do momento em que se pode morrer é para dar! Caramba que esta frase nunca mais me saiu da cabeça e andava mesmo ansiosa com este assunto.

Ontem fomos à consulta de rotina dos 9 meses de Baby V. e voltei a falar sobre este assunto ao pediatra, a opinião mudou, deixou ao nosso critério mas a sua opinião é, sim é para dar a vacina, mas sem pressas, quando ele fizer 12 meses pensa nisso e a prioridade é Baby V. e depois logo pensa em dar a Baby M. 

Já eram muitos meses a pensar neste assunto não ia aguentar mais 3 meses, assim como não me fazia qualquer sentido administrar a vacina só a um, decidimos que era para fazer logo e aos dois. 

Vim para casa bem mais leve, da consciência e da carteira, é uma vacina caríssima (não sei se vai haver menu semanal nos próximos tempos a não ser que gostem muito de açorda) e li entretanto que não consta do Plano Nacional de Saúde por falta de verba, não sei se será mesmo a verdadeira razão.

Recusei-me, até hoje, pesquisar no Dr. Google o que quer que fosse relativamente a esta vacina, e ainda bem, vale a pena ler a explicação da mesma aqui e aqui.

Já sabia que este assunto era alvo de divergência, mas eu não conseguia andar mais em divergência com a minha consciência.

Sem comentários:

Publicar um comentário