10/02/2015

Coisas minhas#3

Confesso que vivo no dilema de achar que não gozo/usufruo de baby V. tanto quando quero, desejo e preciso, tudo porque a parca diferença de idade entre ele e baby M. faz com que ela exija e me absorva de tal forma que o tempo que me resta para ele me é/nos é insuficiente, tudo porque quando os ciúmes vem à tona ela faz questão de marcar a sua posição como que a relembrar-me que chegou primeiro que ele.

Muitas vezes cedo às suas exigências por ainda me sentir em divida para com ela pelo tempo que lhe foi "roubado", pelo tempo em que eu estava mas não estava. 

Dizem que os meninos são Mãe, o meu menino em momento de aflição esguelha o olhar em busca do Pai e chora quando o deixa de ver.

O meu menino que exige o dobro da atenção e dedicação para que lhe consiga arrancar um simples sorriso.

O meu menino que já sabe cobrar o que é seu por direito, que já sabe cobrar as minhas falhas e ausências. 

Como é que se divide o indivisível? 

Sem comentários:

Publicar um comentário