20/11/2014

Sempre o tempo...



Há um tempo atrás querias adormecer no meu colo, dormir no meu colo...

Agora sou eu quem queria que adormecesses no meu colo, mas enquanto te embalava disseste-me baixinho: Mamã cama!

Ai tempo se eu te apanho! Tu foge...tu voa...para bem longe!

Sem comentários:

Publicar um comentário